quarta-feira, 11 de julho de 2007

EDITORIAL

Neste dia 23 de novembro, Jaguarão completa 149 anos de elevação à categoria de cidade, que, com merecimento consquistado, através de lutas e vitórias, recebeu carinhosamente o título de “Cidade Heróica”, cujos feitos de nossos antepassados engrandecem o seu povo.
A arquitetura de Jaguarão reflete o apogeu econômico e cultural que teve início com a atividade pastoril e comercial, integrou o ciclo charqueador, passou para a rizicultura e hoje, desperta para o turismo cultural.
Num exercício de observação e descoberta, identifica-se a riqueza dos elementos decorativos, dos materiais e técnicas utilizadas. São estruturas e detalhes sofisticados que revelam o poder econômico, o toque pessoal e a habilidade dos antigos construtores. Símbolos materiais que conseguiram preservar sua capacidade de comunicação e representação para muito além do seu tempo.
Neste contexto histórico insere-se o Instituto Estadual de Educação Espírito Santo, tradicional educandário de nossa cidade que, ano após ano, forma cidadãos dos mais variados recantos do nosso país, que por aqui passam em busca de conhecimento e preparo de um futuro, que desejamos ser promissor.
Nossa terra conta com diversos expoentes em várias áreas, o que engrandece cada vez mais esta cidade.
Por tudo isso, e, pelo muito de bom e salutar que ainda poderá acontecer, é que desejamos felicidades aos jaguarenses natos e àqueles, que, embora não tenham nascido aqui, têm Jaguarão como terra adotiva em seu coração.
José Francisco Cardoso Faria
Especialista em Educação e Professor de História do I. E. E. E. S.

7 comentários:

  1. Olá, pessoal! Em especial a Carminha!
    Como não poderia deixar de ser: maravilhoso o trabalho por vocês desenvolvido.
    Parabéns a todos os envolvidos, esperando que este realmente seja um espaço de troca entre alunos, professores e comunidade em geral, contribuindo para o crescimento intelectual e pessoal de todos.
    Um abração, Maritânia - Pelotas/RS
    (tutora Mídias na Educação)

    ResponderExcluir
  2. Olá Ex-Colegas do Espírito Santo!
    Passaram-se sete anos que deixei a escola, mas sempre é emocionante quando entramos, mesmo virtualmente em sua área interna. Ah,que saudades!
    Se possível, gostaria de contribuir com alguns artigos. Mesmo estando geograficamente tâo distante, desejo trocar saberes e experiências na área da educação. Um abraço afetuoso à família Espírito santo.
    Carinhosamente,
    Rosa Azambuja - Salvador Ba

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Marilda Hepp Zielke:
    Gostaria de parabenizar a todas as pessoas que de uma maneira toda especial contribuiram para a realização deste belo trabalho, vocês realmente merecem todo o carinho e respeito por este belo trabalho!!!

    ResponderExcluir
  5. Em busca pela internet,sobre registros históricos de Jaguarão , a terra onde nascis, encontrei este lindo e bem feito Jornal. Não estudei em Jaguarão, pois fui aos cinco anos de idade para o Rio de Janeiro,sempre que volto a esta cidade linda ne sinto uma criança de novo, e vendo este Jornal.
    Senti-me vendo a Jaguarão de minha infância, e voltei no tempo, me deu vontade de correr com meu cachorro, na volta do Campo do IPA, como se ainda tivesse cinco anos.
    Muito Obrigado por esta bela exibição da minha terra.

    ResponderExcluir
  6. A princípio não sou jaguarense, mas tenho um carinho muito grande pela cidade. Meu pai se criou aí, eu passava as minhas férias na cidade. Além de toda a beleza da mesma, o que mais impressiona é o povo jaguarense, bem como os hermanos de Rio Branco, que são extremamente gentis e hospitaleiros. Sou de Rio Grande, mas também levo Jaguarão no coração. Parabéns a todos que desenvolveram este belo trabalho!

    ResponderExcluir
  7. Uma bela iniciativa! Fiquei surpresa e muito emocionada ao encontrar o blog na internet! Mas vi os arquivos são todos de 2007... será que está desativado? Ah, não! Abraços a quem quer que seja da equipe e parabéns pela iniciativa! Matei um pouco das saudades!

    ResponderExcluir